Stop Motion

Todo Filmmaker vai, um dia, se deparar com a técnica Stop Motion.

Considerada um dos primeiros efeitos especiais, ela possibilita a animação de um objeto qualquer reduzindo o filme a sua essência, uma sequência de fotos.

Basicamente, você tira uma foto, muda o objeto de posição e tira outra.  E vai assim até ter o resultado que você quiser. Vale comentar que quanto mais fotos você usar, melhor ficará a animação.

Falando por mim mesmo. O stop Motion me dá dor de cabeça. Ele aumenta o trabalho na hora da filmagem e da edição. Mas dependendo do resultado que você quer atingir, ela  pode te salvar.

Muitos filmes já foram feitos completamente com essa técnica, um exemplo é “Frankenweenie” do diretor Tim Burton.

A maior vantagem do Stop Motion é seu baixo custo de execução. E quando bem aplicado pode trazer efeitos dignos do Óscar. Pra vocês terem ideia, a equipe de efeitos do primeiro “O Exterminador do Futoro” utilizou o Stop Motion para animar o esqueleto robótico do  Cyberdyne 101, interpretado por Arnold  Schwarzenegger.

Então, como estou aprendendo, as vezes é interessante passar por cima da preguiça e usar essa técnica básica para dar um visual diferente ao seu projeto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s