The Musketeers

Em 1844 o francês Alexandre Dumas escreveu uma série de histórias chamadas “Les Trois Mousquetaires”. Posteriormente reunidas e transformadas em um livro, Dumas nunca imaginou o sucesso que sua obra faria.

Na época, a frança vivia momentos tensos, pré revolucionários. Nesse contexto, “Les Trois Mousquetaires” abordava diversas injustiças, absurdos e preconceitos do antigo regime monárquico francês, o que deu a obra um tom político em meio as discussões entre monarquistas e republicanos.  Quatro anos após a publicação, se instaurava a Revolução Francesa com o fim da dinastia dos Orleans.

“Os três Mosqueteiros” faz parte da saga “Os romances de d’Artagnan”, que é composta por mais dois romances: Vinte anos depois e O Visconde de Bragelonne. A saga já rendeu diversas adaptações cinematográficas e para a TV. D'Artagnan_&_The_Three_Musketeers_(1993)Lembro aqui da adaptação da Disney de 1993 que conta no elenco com Charlie Sheen e Chris O’Donnell. Mais recentemente, a adaptação de 2011 com Longan Lerman e Orlando Bloom. Por último, não poderia esquecer de “O Homem da Máscara de Ferro”  de 1998, com Leonardo DiCaprio e  John Malkovich no elenco, que é baseado na parte final do último livro da saga.

Para a televisão, a mais recente adaptação da história dos mosqueteiros é a série “The Musketeers” da BBC. Com três temporadas, a série traz uma trama cheia de reviravoltas, complôs, muita ação e comédia.

TheMusketeers_Kapak

O episódios apresentam um nível de produção elevadíssimo, algo que vem se tornando comum para as séries britânicas desde o sucesso internacional de Doctor Who e Sherlock. Com cenários e locações incríveis, o telespectador é facilmente transportado para o século XVII. No elenco, temos nomes com Peter Capaldi (Doctor Who), Luke Pasqualino (Skins) e Ryan Gage (a saga “O Hobbit”) .

The-Musketeers-BBC-image-the-musketeers-bbc-36646720-4284-2856A série segue, em grande parte, o texto original de Alexandre Dumas. Claro que diversas mudanças foram feitas para dar ritmo e trazer tramas mais contemporâneas. Felizmente essas mudanças não impedem que “The Musketeers”, assim como o original, trate assuntos polêmicos e que rendem muitas discussões, entre eles: Corrupção, Política, preconceito racial e social.

“The Musketeers” é entretenimento garantido e pega carona no bonde nostálgico que vem passando pela indústria cinematográfica. Esse bonde, aliás ressuscitou o detetive Sherlock Holmes em duas séries de TV. Entretanto, diferentemente de Sherlock e Elementary, a série dos mosqueteiros mantem a história no século XVII, dando um ar retro a produção.

Para finalizar, cito a colunista do The New Work Times, Alessandra Stanley:

The Musketeers é uma reinvenção retro que é fiel ao espírito da obra original, mesmo mudando as palavras.

Confira a série na Netflix!

Anúncios

2 comentários sobre “The Musketeers

  1. Bela crítica!! Estou completamente fascinado pela produção da série. Trilha sonora, cenário que te transporta e encanta, atuações impecáveis, figurino fantástico e enredo. A cada episódio, pareço estar assistindo a um filme bem produzido. É uma série “grande”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s