Perdido em Marte

“Perdido em Marte” faz você reconsiderar o seu desejo de visitar o planeta vermelho.

São diversas as obras de ficção científica que se relacionam com o planeta Marte. Do clássico Guerra dos Mundos de George Wellsao fantasioso John Carter, Marte, e seus “habitantes”, já protagonizou as mais diversas histórias. Em 2011 o escritor Andy Weir’s publicou o livro “Perdido em Marte”, um sucesso de vendas, e é claro que não poderia deixar de existir uma adaptação cinematográfica.

the_martian_56031694_st_7_s-high

Perdido em Marte” ou “The Martian” em inglês, acaba de estrear nos cinemas e conta a história de sobrevivência do astronauta Mark Watney (Matt Damon).  A equipe de Watney é forçada a abortar a missão no planeta devido a uma forte tempestade. No processo, o astronauta acaba atingido por destroços e é dado como morto. Mas ele sobreviveu ao acidente  e agora está sozinho, com poucos suprimentos, em um planeta inóspito. Ele deve descobrir como contactar a Terra e sobreviver em condições tão extremas.

martian-gallery3-gallery-imageDirigido por ninguém mais que Ridley Scott, pai da franquia Alien e diretor de Blade Runner, o filme traz um ritmo eletrizante e situações de tirar o folego. O que mais chama atenção é a veracidade científica do longa, nunca vista antes em produções do gênero, como “Missão: Marte” e “Planeta Vermelho“. Talvez isso esteja relacionado com o desenvolvimento das missões para marte pela NASA, que colaborou fortemente com a produção.

Destaque para o elenco do filme. Matt Damon se sai muito bem ao interpretar o personagem principal e todos os seus conflitos e tem como colegas Jessica Chastain, que participou, assim como Damon, de Interstelar, Kristen WiigJeff Daniels, Kate Mara, Sean BeanMichael Peña.
The-Martian-Mission-Guide-Ares-3-Crew

Os anos de 2013 e 2014 foram marcados por Gravidade e Interestelar, duas super produções Sci-Fi que elevaram o padrão dos filmes espaciais. “Perdido em Marte” repete o feito dos dois filmes e traz uma abordagem diferente, menos introspectiva do que Gravidade e menos quântica do que Interestelar. Brincadeiras a parte, se compararmos os 3 filmes, claro que semelhanças existem, mas são 3 obras completamente diferentes.

Vou ressaltar também a campanha de marketing do filme. Sensacional. Foi criado um site: areslive.com com conteúdo exclusivo, videos que formam uma prequel para o filme, além de conteúdos impressos, guia da missão, e posters.

d96030352930124c4017f8d965c04d3982164505.jpg__0x1500_q85Dito isso, o que me resta dizer é que a produção é sem dúvidas, impecável, com trilha sonora e efeitos especiais excelentes. Inclusive, vale a pena conferir em 3D. Não acho absurda a ideia de um dia pisar no planeta vermelho, mas no fim da sessão comecei a me questionar se realmente faria um viagem a marte. E você, faria? Não deixe de conferir o filme.

PS 13/10/2015 :

Bom, acabei comprando e lendo o livro “Perdido em Marte”. O livro é sensacional e o filme apresenta muito bem a história. O livro apresenta algumas passagens a mais e algumas pequenas diferenças no final, mas essas diferenças foram permitidas pelo autor, quem ler vai entender.

Acabei me deparando com materiais bem divertidos relacionados ao filme, vou postar os links abaixo:

Esse vídeo mostra o caminho percorrido por Watney com imagens reais de Marte, obtidas de satélites:

Os dois seguintes mostram os bastidores do longa:

Por último, uma entrevista com o autor, feita por ninguém menos do que Adam Savage, de MythBusters

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s